TDAH e desempenho escolar: dicas para ajudar crianças e adolescentes

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é uma condição neurobiológica que afeta crianças e adolescentes em todo o mundo, sendo que uma das áreas onde o TDAH pode ter um impacto significativo é no desempenho escolar.

No entanto, com o apoio adequado, crianças e adolescentes com TDAH podem alcançar seu potencial acadêmico e ter sucesso na escola.

Por isso, neste blog post, vamos explorar algumas dicas importantes para ajudar pessoas TDAH a melhorar seu desempenho nos estudos.

Compreensão do TDAH

O primeiro passo para apoiar crianças e adolescentes com TDAH é entender a natureza da condição.

O TDAH envolve desafios relacionados à atenção, impulsividade e hiperatividade. Dessa forma, conhecer esses aspectos ajuda os educadores, pais e cuidadores a adotar abordagens eficazes para lidar com as dificuldades acadêmicas e comportamentais.

Ambiente Organizado

ambiente organizando para ajudar crianças com TDAH no aprendizado

Um ambiente escolar organizado e livre de distrações pode fazer uma grande diferença para que lidar com esse transtorno.

A dica é aqui é se certificar de que a sala de aula ou o espaço de estudo seja limpo e arrumado, minimizando elementos que possam distrair a atenção da criança ou adolescente. Na prática, isso significa reduzir os estímulos visuais e auditivos excessivos

Uso de ferramentas de aprendizado

Tecnologias e ferramentas de aprendizado podem ser aliadas valiosas para crianças e adolescentes com TDAH.

Um bom exemplo são os aplicativos de organização, lembretes e gerenciamento de tempo que ajudam a manter as tarefas escolares e os prazos em ordem. Além disso, o uso de recursos multimídia, como vídeos e gráficos, pode tornar o aprendizado mais envolvente.

Divisão das tarefas em etapas

adolescentes com TDAH: dicas de aprendizado

Tarefas longas e complexas podem ser avassaladoras para crianças com TDAH.

Assim, tente dividir as atividades em etapas menores e mais gerenciáveis. Isso não apenas torna as tarefas mais acessíveis, mas também ajuda a criança a experimentar uma sensação de realização à medida que conclui cada etapa.

Estratégias de foco

crianças com TDAH podem ter pouco foco na escola

Técnicas como a técnica Pomodoro, que envolve períodos de trabalho concentrado seguidos por pausas curtas, podem melhorar a produtividade e a capacidade de concentração de pessoas que lidam com TDAH.

Comunicação aberta

Outra dica importante é manter uma comunicação aberta entre a escola, os pais, os cuidadores e a criança.

Todos os envolvidos devem estar cientes das necessidades do estudante e colaborar para fornecer o apoio necessário. A troca de informações pode ajudar a ajustar estratégias à medida que a criança cresce e traz novas demandas e desafios.

Reforço positivo

Conforme falamos neste post sobre o tema, o reforço positivo e a motivação são poderosos impulsionadores para crianças com TDAH. Reconhecer o esforço e o progresso incentiva a autoestima e a perseverança.

Busca de ajuda profissional

Em alguns casos, pode ser necessário buscar orientação de profissionais, como psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais ou pedagogos especializados em TDAH. Eles podem oferecer estratégias personalizadas e apoio emocional para a criança e sua família.

Em última análise, cada criança com TDAH é única, e as abordagens que funcionam para uma podem não funcionar para outra.

E se tiver dúvidas, marque uma consulta online ou presencial com a Dra. Jaqueline Bifano. Basta clicar aqui.

Compartilhar este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário