O que é o Transtorno da Personalidade Dependente?

O transtorno da personalidade dependente (TPD) é um distúrbio mental listado no Manual Diagnóstico Estatístico de Transtornos Mentais (DMS-5). As pessoas que sofrem com TPD, podem manifestar a extrema necessidade de sentirem-se cuidadas por outras pessoas.

Nesse artigo, falaremos mais sobre sintomas, diagnósticos e tratamentos desse transtorno.

Boa leitura!

Transtorno da personalidade dependente – principais sintomas

Transtorno de Personalidade Dependente

As pessoas que possuem o transtorno da personalidade dependente, apresentam comportamentos de apego e submissão no início da fase adulta. Além disso, é bastante comum que elas mostrem dificuldades em tomar decisões e iniciar projetos.

Quando sozinhas, sentem-se abandonadas e incapazes de cuidar de si mesmas. Pelo medo de ficarem desamparadas, evitam ao máximo deixar um relacionamento. É necessário ter cuidado, pois essas pessoas estão mais propensas a entrarem em relacionamentos abusivos.

Alguns sintomas comuns do TPD, incluem:

  • Medo do abandono;
  • Baixa autoconfiança;
  • Falta de iniciativa; e
  • Submissão extrema.

Para os especialistas de saúde mental, o TPD pode resultar tanto de condições genéticas como de problemas ambientais ou de desenvolvimento. Além disso, experiências negativas também tendem a contribuir para o aparecimento da doença, como:

  • Traumas infantis: crianças que sofreram abusos na infância podem desenvolver o TPD.
  • Relacionamentos abusivos: pessoas que sofreram relacionamento abusivo, físico ou verbal, têm maior risco de desenvolver o transtorno.
  • Histórico familiar: é possível desenvolver o problema por questões hereditárias.
  • Hábitos culturais: hábitos religiosos, culturas e outros padrões de comportamento enfatizam a necessidade de confiança em superiores.

Qual o diagnóstico do transtorno da personalidade dependente?

Quem se identifica com os sintomas deve procurar ajuda médica. Apenas o profissional especialista pode realizar o diagnóstico adequado e avaliar se o paciente tem a possibilidade de ter TPD. Isso, pois o distúrbio pode ser facilmente confundido com outros transtornos.

Caso a maioria dos sintomas estiverem presentes, o médico iniciará a avaliação do histórico psíquico do paciente e, possivelmente, um exame físico. Em alguns casos, são utilizadas entrevistas como ferramenta de apoio para identificar melhor o problema.

Como tratar o transtorno da personalidade dependente?

Transtorno de Personalidade Dependente - Tratamento

Muitas pessoas com o transtorno não buscam tratamento por falta de informação. No entanto, é muito comum que elas procurem o médico para tratar outros problemas relacionados, como depressão e ansiedade.

Para um tratamento eficaz, é preciso focar na análise das dificuldades e relatos de cada caso específico. Felizmente, com a psicoterapia é possível tratar vários dos sintomas do TPD. O objetivo é aconselhar e instruir a pessoa a se sentir mais independente para manter relacionamentos saudáveis.

Se você se identifica com algum dos sintomas, procure o médico para verificar a real possibilidade de ter TPD.

Conclusão

O transtorno da personalidade dependente causa dificuldades na vida do paciente e em suas relações interpessoais. Ter conhecimento claro sobre o problema ajudará você e seus quentes queridos a buscar o apoio necessário.

Então, ao perceber os sintomas, não hesite em procurar o médico para realizar um plano de tratamento adequado.

Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe nossas redes sociais. Lá você encontra informações de qualidade sobre saúde mental.

Compartilhar este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário