O déficit de atenção na era digital

A relação entre déficit de atenção e tecnologia merece cada vez mais destaque. Afinal, segundo pesquisas recentes estamos cada vez menos atentos, e isso se dá pelo uso exagerado de telas e tecnologias.

Portanto, é muito importante entender o assunto e buscar formas de lidar com isso.

Neste artigo, vamos explicar melhor a relação entre déficit de atenção e tecnologia, além de trazer dicas para melhorar sua convivência com as telas.

Qual a relação entre déficit de atenção e tecnologia?

déficit de atenção e tecnologia

De acordo com uma pesquisa realizada pela Microsoft, o tempo de atenção dos seres humanos já é mais curto que o de um peixinho dourado.

Pois é, a pesquisa que avaliou a capacidade de concentração de 2 mil pessoas indicou que o uso exagerado da tecnologia e mídias sociais pode ser a causa para a diminuição de nossa atenção.

Esse dado é preocupante, pois mostra que não conseguimos mais nos manter no presente por muito tempo, focando a atenção em uma determinada coisa por apenas 8 segundos.

Assim, devido ao fato de as redes sociais estarem sempre sendo atualizadas, não nos contentamos com algo por muito tempo, e estamos constantemente buscando pelo novo.

Apesar de os pesquisadores acreditarem que nosso cérebro está se adaptando às novidades tecnológicas — que certamente não deixarão de ser utilizadas — lidar com isso é fundamental. Afinal, o déficit de atenção pode trazer vários prejuízos à nossa saúde, principalmente nos âmbitos acadêmico e profissional

Déficit de atenção e tecnologia: dicas para melhorar essa relação

Diminua o tempo de uso de aparelhos

A primeira dica é diminuir o uso dos aparelhos. Hoje em dia, os smartphones já contam com aplicativos que controlam nossa atividade, avisando por quanto tempo você já está conectado às redes.

Além disso, você pode estipular uma hora para desligar (por exemplo: todos os aparelhos devem ser desligados às 20h e ligados novamente às 7h), e controlar melhor seu tempo.

Tenha momentos de pausa

Além de diminuir, é preciso passar um tempo sem utilizar aparelhos eletrônicos. Que tal aproveitar um momento ocioso, desligar o wifi de casa e ler um livro ou escutar uma música?

Apesar de parecer radical, fazendo isso com frequência você adquire o hábito, e esse momento de desconexão fica mais tranquilo.

Com isso, é possível exercitar a atenção em atividades igualmente prazerosas, e mais analógicas.

Evite utilizar mais de um aparelho por vez

É um fato que realizamos mais de uma atividade para otimizar o tempo, mas quando se trata da tecnologia, o ideal é fazer uma coisa de cada vez. Portanto, evite rolar o feed enquanto assiste tv!

Ao utilizar apenas uma tela, você foca no que está olhando, e consegue absorver tudo com mais qualidade.

Faça psicoterapia

Se diminuir o tempo de uso ou fazer uma coisa de cada vez é muito difícil, é importante buscar um psiquiatra para realizar a psicoterapia.

Dessa forma, o profissional pode indicar a melhor maneira de reduzir o contato com as telas, além de estratégias para manter o foco nas atividades do dia a dia.

E aí, o que achou das dicas? Em nosso Instagram, temos mais conteúdo sobre déficit de atenção e tecnologia, não deixe de conferir e se informar!

Compartilhar este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário