Você sabe o que são os Transtornos da Comunicação? Entenda aqui.

Os transtornos da comunicação são aqueles que causam prejuízo na comunicação social do indivíduo, gerando dificuldades na expressão da fala, organização da comunicação de acordo com o contexto social e ansiedade na hora de se comunicar.

Se você ainda não os conhece, no post de hoje vai entender melhor o que são esses transtornos e como identificá-los.

Então, continue a leitura para saber mais sobre o tema. Boa leitura!

O que são os Transtornos da Comunicação?

Os Transtornos da Comunicação incluem déficits na linguagem, fala e comunicação.

No caso específico da comunicação, inclui todo o comportamento verbal e não verbal, que influencia diretamente no comportamento e atitudes da pessoa.

Assim, o transtorno causa prejuízos na forma como o indivíduo se comunica no dia a dia e pode afetar, inclusive, outras áreas da vida dele.

Conheça os principais tipos

Transtornos da comunicação

Entre os transtornos da comunicação estão o transtorno da fluência com início na infância (gagueira) e o transtorno da comunicação social (pragmática). A seguir, você vai conhecer um pouco mais sobre eles, a fim de descobrir quando é a hora certa de buscar apoio psiquiátrico.

Transtorno da Fluência com início na Infância (Gagueira)

O transtorno da fluência com início na infância (gagueira) é caracterizado por uma perturbação na fluência normal e um padrão de fala inapropriado à idade da pessoa.

Essa perturbação caracteriza-se pela repetição frequente ou prolongamento de sons ou sílabas durante a fala.

Em geral, isso atinge a comunicação da pessoa em situações com pressão especial para se comunicar, como ao falar em público, entrevistas de emprego, etc. Por isso, acaba interferindo no sucesso profissional, acadêmico ou nos relacionamentos do indivíduo.

Já durante a leitura em voz alta, o ato de cantar ou conversar com animais ou objetos inanimados, a perturbação não costuma aparecer.

As principais características utilizadas para diagnosticar a gagueira são:

  • Perturbações na fluência marcadas pelas repetições de som e sílabas;
  • Prolongamentos sonoros de consoantes e vogais;
  • Palavras interrompidas;
  • Tensão ao falar algumas palavras;
  • Ansiedade em relação à comunicação.

Transtorno da Comunicação Social (Pragmática)

Já o transtorno da comunicação social (pragmática) caracteriza-se por uma dificuldade na hora de utilizar a linguagem para a comunicação, seja na hora de compreender ou de empregar a linguagem verbal e não verbal.

Assim, a pessoa tem dificuldades de adaptar a linguagem de acordo com as necessidades do ouvinte ou da própria situação, tendo prejuízos na hora de conversar ou contar histórias, por exemplo.

Esse déficit também aparece logo na infância, mas pode demorar a se manifestar de maneira a causar prejuízos à pessoa. Além disso, gera limitações na comunicação, e também pode prejudicar seu desenvolvimento profissional, acadêmico e relacionamentos.

Para diagnosticar o transtorno, é preciso se atentar a algumas características:

  • Dificuldades em se comunicar na hora de compartilhar informações ou até mesmo em saudações de forma adequada ao contexto social;
  • Dificuldade de utilizar o uso da linguagem no contexto ou pessoa com a qual está conversando, por exemplo, utilizando linguagem extremamente formal com crianças;
  • Dificuldade de esperar sua hora de falar, reconstituir a fala quando não é compreendido e saber como utilizar sinais verbais e não verbais comuns no contexto da comunicação;
  • Dificuldade para compreender sentidos não literais e ambíguos, como metáforas, humor, etc.

No post de hoje, falamos um pouco sobre os Transtornos da Comunicação, passando por dois dos principais tipos. Se você deseja seguir nesse tema e obter mais informações sobre o assunto, confira nosso artigo sobre o Transtorno da Linguagem.

Fonte: DSM-5 – Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais

Compartilhar este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário