Confira 12 dicas para pais de crianças com TDAH

O Transtorno de Déficit de Atenção, TDAH, é um transtorno mental que começa logo na infância, e pode ser diagnosticado antes dos 12 anos.

Assim, é quando a criança ainda é pequena que os pais precisam promover mudanças na rotina para lidar bem com as características do transtorno.

No post de hoje, vamos trazer algumas dicas para pais de crianças com TDAH, a fim de ajuda-los a encontrar a melhor maneira de se relacionar com seu filho e garantir que ele consiga crescer e se desenvolver de maneira saudável.

O que é o TDAH?

O TDAH é um transtorno caracterizado por um padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade-impulsividade. Esse padrão deve ser percebido por 6 meses ou mais, e afeta diretamente o desempenho da criança em diferentes áreas da vida.

Alguns dos sintomas são:

  • Falta de atenção a detalhes;
  • Falta de atenção em tarefas escolares ou profissionais, o que gera erros por descuido;
  • Dificuldade de manter o foco nas atividades;
  • Frequentemente parece não escutar quando alguém está falando;
  • Frequentemente não segue instruções até o fim;
  • Tem dificuldades para organizar tarefas e atividades;
  • Evita resolver tarefas que exigem esforço mental prolongado;
  • É facilmente distraído por estímulos externos;
  • Esquece de atividades cotidianas com frequência;
  • Frequentemente remexe ou batuca as mãos ou os pés ou se contorce na cadeira;
  • Não consegue ficar sentado por muito tempo;
  • Com frequência é incapaz de brincar ou se envolver em atividades de lazer calmamente;
  • Frequentemente fala demais.

Também existem outros sintomas do transtorno, mas esses são bastante comuns. Para ser diagnosticada com TDAH, a criança precisa apresentar 5 ou mais sintomas descritos.

12 dicas para pais de crianças com TDAH

Logo que os pais percebem os sintomas, é importante buscar um psiquiatra infantil. Assim que a criança é diagnosticada, é fundamental que os pais já comecem a promover mudanças na maneira de lidar com ela. Veja algumas dicas a seguir:

1- Trabalhe o reforço positivo

Muitas vezes, deixamos de reforçar as coisas boas que as crianças fazem, focando apenas nos erros. Essa maneira de lidar pode gerar problemas de autoestima na criança, em especial a que tem TDAH.

Por isso, é importante praticar o reforço positivo, um método que dá mais atenção e incentivo aos bons atos da criança, ao invés de punir quando ela comete um erro.

Em nosso blog, já falamos sobre o assunto, e você pode conferir o artigo clicando aqui.

2- Tenha paciência e bom humor

paciência com crianças com TDHA

Como já visto nos sintomas, a criança com TDAH tende a ser desatenta e não prestar atenção quando alguém fala com elas. Por isso, é muito importante que os pais tenham paciência na hora de conversar, lembrando de repetir quando for necessário.

Lidar com bom humor com o transtorno também ajuda, assim a criança não se sente culpada por ter TDAH, e consegue viver com mais leveza.

3- Evite comparações com outras crianças

Evitar comparações com crianças que não têm o transtorno é fundamental. Afinal, não é escolha da criança agir de determinada maneira.

4- Cobre empenho e não resultados

dicas para pais de crianças com TDHA

No caso de uma criança com TDAH, muitas vezes, feito é melhor que perfeito. Então não espere resultados, mas incentive a criança a colocar empenho nas coisas que está fazendo.

Com isso, ela vai se sentir mais segura para fazer as coisas do dia a dia, pois vai entender que esse esforço dela já vale muito.

5- Use uma comunicação clara

Ao conversar com crianças com déficit de atenção, principalmente no momento de dar alguma indicação ou ensinar algo a ela, utilize uma linguagem clara e objetiva.

O ideal, nesses casos, é não ficar dando rodeios para falar alguma coisa, e sim dizer com poucas palavras e de forma que ela possa entender de primeira.

6- Busque ajuda profissional

Além do acompanhamento psiquiátrico para a criança, é muito importante que os pais também busquem ajuda profissional. Isso vai ajuda-los a lidar melhor com a rotina, entender suas próprias questões e auxiliar a criança no dia a dia, compreendendo suas necessidades.

Assim, os pais podem encontrar um ambiente seguro para conversar sobre qualquer assunto, o que também deixa o âmbito familiar mais harmonioso.

7- Ajude a criança a organizar sua rotina

Uma criança com TDAH tem mais dificuldade para se organizar, esse é um dos principais sintomas do transtorno.

Dessa maneira, é fundamental que os pais a ajudem a traçar planejamentos para o dia a dia, a fim de deixar claro tudo o que ela precisa fazer, quais horários serão destinados para cada atividade, etc.

8- Seja compreensivo

Como já dito anteriormente, não é uma escolha da criança agir de determinada maneira, por isso, cabe aos pais compreender que essa é uma condição dela.

9- Converse muito

O diálogo é fundamental, claro, sempre utilizando a linguagem clara e objetiva que já mencionamos.

É muito importante que as crianças com TDAH possam dizer o que estão sentindo, as dificuldades que estão tendo diariamente, e principalmente, que entendam que os pais estão disponíveis para escuta-las.

10- Ajude a criança a sempre finalizar suas tarefas

ajude as crianças com TDAH a finalizar tarefas

Além de incentivar o empenho, independente do resultado, é importante dar auxilio para que ela consiga terminar as tarefas propostas. Isso porque muitas vezes a criança com TDAH larga as atividades e não as termina — afinal, um dos sintomas é a dificuldade de manter o foco.

Assim, cabe aos pais acompanhar a criança enquanto ela desempenha alguma atividade, para que ela sinta mais segurança na finalização.

11- Estimule a prática de exercícios físicos

Uma das características do transtorno é a hiperatividade, por isso, estimular a prática de atividades físicas pode ajudar a criança a liberar energia em momentos específicos e se concentrar melhor em outras atividades.

12- Esteja ciente sobre a vida escolar da criança

A última dica é muito importante, pois várias coisas podem acontecer enquanto a criança está longe dos pais.

Então, conversar com professores e fazer o acompanhamento da vida escolar vai dizer se a criança está conseguindo lidar com as demandas do dia a dia e também se ela consegue fazer amizades e se enturmar, o que é bem importante para seu desenvolvimento.

No post de hoje, falamos um pouco sobre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, além de trazer dicas para pais de crianças com TDAH, a fim de ajuda-los a lidar com o transtorno no dia a dia.

Se você quer saber mais sobre o assunto e ver outras dicas, siga nossas redes sociais!

Compartilhar este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

2 Comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário